A história da Maria

5 Abr
   Afinal não houve ralhete. A dra disse para não nos preocuparmos. existem uns pontinhos pretos, quase invisiveis, tatuados no corpo da maria que lhes permitem fazer os riscos que tinham desaparecido.
   A maria que ia cheia de medo de ter de repetir tudo de novo perguntou com uma grande lata:
  _ Então logo posso mergulhar outra vez?
   A dra riu se e disse lhe que poderia mergulhar as vezes que lhe apetecesse….
   Que alivio !!!já nos safamos de uma anestesia geral.
   Depois fomos ao hospital de dia visitar o pessoal que já são da familia. Ir ao ipo e não os visitar seria como ir a casa de amigos e não visitar a familia toda…
   falamos com a dra Maria jose e eu perguntei lhe se já tinha o resultado da analise das catacolaminas…A maria olhou para mim com um ar … olhou depois para a dra e disse:
  – desculpe dra mas a minha mãe tem a mania de falar açoreano…
foi risada geral…
   A Maria tem um namorado de s.miguel (o leandro que conheceu no ipo) e como não percebia o que ele dizia, quando eu digo alguma palavra que ela não reconhece, diz que eu falo açoreano…
beijjinhos de luz
  

Uma resposta to “A história da Maria”

  1. maria 6 de Abril de 2008 às 10:24 #

    Maria, olha que eu sou açoreana( riso)
     
     
    Bjs Maria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: