A história da Maria

26 Mar
  Já se sabe o nome da batéria. Estava na ponta do cateter que foi para análise…é novamente uma pseudomona… Apesar da Maria estar bem, não podemos bricar com a  bactéria. Ela mata e só é sensivel a estes antibióticos que a Maria está a fazer…ela está a fazê los de 6 em 6 horas por via venosa por isso não forma de irmos para casa…Mais uma vez temos os manos sozinhos sem pai e sem mãe…
  Esta falta de segurança, esta falta de controlo sobre as coisas dá comigo em doida…nunca sabemos o que vai acontecer no minuto a seguir…  
  Mas tudo isto é uma aprendizagem… temos que saber aproveitar o minuto anterior com o maximo de intensidade pois não sabemos como será o seguinte…
  beijinhos de luz
continuem a rezar por nós…

4 Respostas to “A história da Maria”

  1. maria 26 de Março de 2008 às 14:13 #

    Força Luz…
    não há palavras que possam atenuar o vosso sofrimento, mas estou convosco na vossa dor.
    Força, coragem e um beijinho para a tua menina
     
     
    Maria
     

  2. Terezinha 26 de Março de 2008 às 17:47 #

    K epopeia!…. Tudo tem de correr bem! Continuamos a rezar por vós…. kiss

  3. joana 26 de Março de 2008 às 21:40 #

    Minha linda,
    Tive a sorte de ir passar o dia de hoje a Fátima, onde, mais uma vez, te pus aos pés da nossa Mãe do Céu.
    Se ainda aí estiveres, vemo-nos na 6ª feira, se Deus quiser.
    Muitos beijinhos.
    Joana

  4. sao 27 de Março de 2008 às 1:14 #

    Só agora consegui ligar a net. Tenho estado a rezar por vós. Que Jesus vos proteja.Beijihos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: